Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Ms. Marvel’ Category

Ms. Marvel #34
À primeira é uma simples história da Carol Denvers, que desde a Invasão Skrull tem evitado usar os seus poderes de Ms. Marvel, em que o homem-Aranha faz uma aparição mais ou menos involuntária.
Esta história relaciona-se com a revista MS. Marvel Annual #1 que não li!
Daquilo que consegui perceber, Carol Denvers conseguiu recuperar uma cabeça de um robot/andróide que sabe ter informação relevante. Este capítulo começa com ela a ter ajuda para retirar a memória dessa cabeça e prossegue com ela a dirigir-se debaixo de fogo para um barco onde está (descobrimos a certa altura) uma entidade chamada Essential que tem um qualquer dom de coligir informação sobre o que quer que seja. É claro que o aranha aparece para evitar barulho no bairro onde mora a tia, mas acaba por ter um papel essencial para os objectivos da Ms. Marvel.

Tirada bem humorada do Aranha
HOMEM-ARANHA:
Am I the Amazing Spider-Taxi?

Momento interessante
MS. MARVEL
This is eighty teraflops of holographic storage. Is this enough?

Outro Momento
ESSENTIAL
Norman Osborn sees you as a threat.
He will destroy you.
MS. MARVEL
Not if I destroy him first.
ESSENTIAL
I will be watching with great interest.

Ainda ou momento, novamento com o Aranha
SPIDER-MAN
I am so gullible. I do anything I am asked!
Why?
Because she’s a Blonde?
Nah, that can’t be…
Because she looks good in those boots she wears?

A verdade é que CD pede ao HA para entregar o saco que contém informação que lhe foi dada por Essential dentro de duas semanas, num cacifo específico na grande central. O HA um pouco passado dos carretos diz-lhe que se fizer tal coisa quer um encontro com ela.
Queres o Quê?! – responde Carol.
Mas a verdade é que não leva um não.
Obviamente que o aranha não se contém e pergunta:
“Porque é que aceitas falar sobre um encontro entre nós?”
“Porque confio em ti.” responde ela. Mas como é lógico não é a única razão.

Esta história surge já sobre a bandeira “Dark Reign”, mas para já não é óbvio porquê. Pelo menos para mim.
Parece haver um problema do enquadramento temporal da história. Na primeira leitura escapou-me completamente o que se passava na primeira página. Acontece que quando se vira para a segunda página esta diz “36 horas antes”, mas no final percebe-se que que a primeira página ocorre quando a MS. Marvel recolhe a encomenda do Homem-Aranha que tinha pedido para ser entregue dentro de duas semanas! E a segunda página é antes do encontro com o aranha. Como é só passam 36 horas. Enfim não é completamente inverosímil, mas então não era necessário lançar a confusão a pedir a entrega dali a duas semanas.

MS. Marvel #35
A história neste capítulo começa com um flashback vários anos atrás onde se vê a Ms. Marvel e o Capitão Marvel a entre ajudarem-se para salvar a aterragem de um vai-e-vem espacial. Carol diz que a população olha para ele como algo… especial.
Na actualidade, elementos da igreja de HALA da Carolina do norte reagem à aparição dos novos vingadores (a versão Dark de Norman Osborn), afirmando que o Capitão Marvel não é o verdadeiro, Não é aquele em que acreditam.
Carol está com o seu colega também ex-agente, Michael Rossi, e com o seu antigo adversário, Rick Mason.
Carol recebe uma nova identidade civil “Catherine Donovan”.
Mason tenta perceber os dados fornecidos por Essential (aqueles que o HA ajudou a recuperar), mas estes não são automáticamente compreensíveis.
Michael resume que sabem que o Norman Osborn tropeçou em algo chamado Ascension e que a deu a Ghazi Rashid para atacar “Catherine” depois de esta se ter recusado a juntar-se aos vingadores (negros).
Surgem nos monitores notícias de um massacre, algo relacionado com a igreja de HALA.
Carol vai para o local, porque reconheceu o novo (negro) Capitão Marvel entre as pessoas que surgem nas imagens.
Depois de ver o local dos acontecimentos Carol encontra-se com o novo Capitão Marvel.

CAPITÃO MARVEL
I am Noh-Varr of the Kree.
I know what Mar-Vell meant to…

Carol Denvers não secontrola e ataca-o.
MS. MARVEL/CAROL DENVERS
SHUT UP!
You don’t say his name!
YOU NEVER SAY HIS NAME!

Noh-Varr explica a CD a sua relação com Mar-Velle parte avisando para ela se lembrar daquele encontro. Desta vez ela atacou-o duas vezes e ele nenhuma. Da próxima vez será diferente.

De volta Junto do amigos, Mason afirma saber onde o Ascension foi encontrado e como foi passado a Ghazi Rashid.

A cena seguinte para Ghazi que conversa com um seu conhecido Asif. Este refere que aquele está desesperado para obter vantagem para se vingar de uma super-poderosa americana só porque ela lhe deixou uma cicatriz no Pescoço.

GHAZI RASHID
I have no injuries, Asif.
I am perfect in body and soul.
I am perfect.

e prova-o!

Ms. Marvel #36
The Death of Ms. Marvel part 2 of 3 – é mesmo assim! Não sei, para já, onde é que aconteceu a parte 1.

A história abre em flasheback com Carol Denvers a recordar um momento em Paris e o facto de ter amado Rossi, mas apesar de saber que isso aconteceu não retém nenhuma emoção ligada a esse evento. Tal deve-se ao seu passado com Rogue, altura em que esta se tornou na Ms. Marvel.
Ainda em flashback, Mas num tempo mais recente, remontando apenas a 6 meses atrás aquando da invasão Skrull, MSM conta-nos o que lhe aconteceu:
• Os Skrull mataram o seu namorado;
• Invadiram o seu planeta;
• Destruíram a sua cidade;
e ela matou muitos deles, lutou duramente, mais duro do que algumas vez tinha lutado e ganhou… ou pensava ela que tinha ganho, mas ardia tanto por dentro, as mãos tremiam, todo o corpo lhe doía galopantemente, era a entidade alienígena Cru com que tinha partilhado o corpo durante algum tempo que partia do seu corpo.
Carol continuou a lutar mas com dores extenuantes quando usava os poderes de MSM. A certa altura voltou a encontrar Rossi que marcou um encontro numa mensagem que mencionava Ghazi Rashid e o Ascension.

Novo Flashback que nos mostra as relações entre Norman Osborn e Ghazi e as motivações daquele e a forma como usou o Ascension. Obviamente as razões prendem-se com a MSM.

Denver, Rossi e Mason partem para Hong Kong numa tentativa para antecipar os movimentos de Ghazi.
Quando localizado Ghazi, Carol tenta imprudentemente derrotá-lo desconhecendo as capacidades actuais.
RASHID faz uma revelação sobre Rossi que surpreende Carol. E Claro as coisas estãomal paradas para o lado de Carol Denvers AKA MSM (Ms. Marvel).

Ms. Marvel #37
Dark Reign (yellow)
[atenção se segue esta revista este resumo contém informações relevantes sobre a história que podem estragar-lhe o prazer da leitura!]
Ainda não mencionei as páginas de recapitulação do que se passou anteriormente são correntemente, nesta revista, feitas na forma de cartas dos serviços de informação da força aérea americana para o Director Norman Osborn dando conta das informações disponíveis sobre CD/MSM. é um artifício bastante bem executado! Esta sétima carta para o Director Osborn não é excepção.

O título deste capítulo é “The death of Ms. Marvel” – Conclusion.

Bom… as coisas estavam mal paradas… Rossi e Mason ouvem Ghazi Rashid repetir o segredo de Rossi. Rossi não compreende porque é divulgada informação de forma tão prematura. Mason percebe que algo esta errado!
Inicia-se uma dura batalha entre MSM e Ghazi. Carol é levada aos seus limites e de repente todas as recordações e emoções estão de volta. Ghazi – o aeu primeiro inimigo; Rossi – O seu primeiro amante; Mason – a sua primeira missão e o seu primeiro falhanço. A meio da luta MSM fica incandescente e explode nos ares!
Mason desloca-se para o local onde estaria Rossi e tem uma bela surpresa!
Rossi trabalhava de facto para o lado de Norman Osborn e aparentemente reverteu a situação de Ghazi; mas também recebe [isto numa cena à posteriori] uma visitinha surpresa de alguém que tembém negociou umas coisitas com Norman Osborn.

No edifício dos Vingadores, Norman Osborn Informa Karla Sofen que ela é a única MSM.

Ms. Marvel #38
Dark Reign (Red)
“Meet the new boss…”

Imagino que o vermelho de “Dark Reign” na capa da revista tenha um significado específico, que estamos mesmo embrenhados no reinado tenebroso de Norman Osborn. A capa não deixa dúvidas, o “S” que antes fazia parte do uniforme de MSM/CD passou a ser agora à estrela clássica do Capitão Marvel, e o dito “S” passou para o novo logotipo “Ms. Marvel”.
Não há dúvidas (isto na medida em que na banda desenhada há certezas) Carol Denvers já era. Vamos lá então ver o que se passa com Karla Sofen que antes dava pelo nome de Moonstone.

Esta história da Nova “dona” da revista começa com esta a caaçar criminosos e a fazer poses para a câmara. De volta ao QG dos Vingadores é obrigada por Normam Osborn a submeter-se a prova psiquiátrica. A prova gira em torno da morte da mãe d eKarla que esta esconde atrás de pensamentos sobre o Hulk! A prova não termina nada bem para o avaliador. E, Norman Osborn não parece reprovar os resultados. São tempos negros no QG dos Vingadores!

MS. Marvel #39
Dark Reign (Red)

Esta nova história começa algures no deserto da arábia saudita.
Um ser algo alienígena mas com forma humana feminina em tons de rosa aparece a uma fila fe jeeps, fala uma língua estranha. Algumas pessoas parecem perceber que existem dois lotes; um barco; e outro em Atlanta.
Na cena seguinte algo está a cair sobre Atlanta. Um meteoro cai sobre um prédio e MSM tenta minimizar os danos (embora não seja assim tão claro à primeira vista). Mas em qualquer dos casos os entrevistadores concedem os louros da proeza à nova MSM. A meio das muitas perguntas há um jornalista que questiona: “já está preparada para comentar onde para a Carol Denvers?” Karla é apanhada de surpresa: “o que é que disse?” Karla insinua que Carol devia ter qualquer coisa a ver com os Skrulls e foge dali par o QG dos Vingadores.
Aí, Norman Osborn quer perceber toda a história. Porque a tinha enviado a uma célula da A.I.M para oferecer paz e em vez de a obter teve como resultado um estranho ataque sobre Atlanta.
Na verdade o Meteoro tinha sido lançado pela célula AIM sobre Manhattan e Karla foi avisada apenas 5 minutos antes quando lhe estavam a ser mostrados um lote de pequenos seres MODOKs melhorados com os protocolos MODOK e Storyteller que alegadamente podem criar o que quer que seja com a mente.
Estão a imaginar o que aconteceu? …
Na história também temos de imaginar!
O ser algo alienígena descobre o barco com o outro lote de MODOKs melhorados e os seres perguntam:
Quem és tu?
Tu não és quem nós chamámos!
Tu não és a Ms. Marvel!

Afinal a nova Ms. Marvel fez algo ternurento que nós não esperávamos e isso leva-a ao tal barco onde esta o ser alienigena mas de forma humana agora amarelado.

KARLA SOFEN:
No…
You want the babies?
You have to kill me first.

Arte excelente de Sana Takeda!

Ms. Marvel # 40
Dark Reign (red)

A capa deste capítulo promete-nos mais arte de Sana Takeda e aparições na história do Deadpool, do Homem-Aranha e do Wolverine. E na verdade, todos eles aparecem neste capítulo.
A participação de Takeda fica-se por 13 páginas (imagino que ele não tenha o ritmo necessário para a publicação mensal americana). As restantes páginas são divididas por Luke Ross no desenho e Rob Schwager nas cores.
As três primeiras páginas não são de Takeda. Estas parecem efectivamente terem sido deslocadas do meio deste capítulo, conferindo um interlúdio inicial que resulta aqui muito bem. Embora esta cena cronologicamente pareça não fazer sentido tal não pertuba em absolutamente nada a história.
O começo é um gag com Deadpool a ser recrutado à força para trabalhar com a unidade secreta de investigação da AIM, com o recrutamento a ser feito por teletransporte. O objectivo é que deadpool ajude a reaver os MODOKS que estão na posse da organização dirigida por Norman Osborn, a HAMMER.
Entretanto Karla Sofen foi deitada abaixo pela forma de vida aparentemente humana e amarelada que também pode ser alienígena. Reúne as forças da Moonstone e volta à acção.
A forma de vida amarela ataca o QG dos Vingadores onde Karla tinha escondido um lote de MODOKs melhorados (estão a ver a incongruência da cena inicial? os MODOKs Ainda não estão onde Deadpool os vai buscar!). Iron Patriot AKA Norman Osborn, O Capitão Marvel e Venom tentam defender o seu território até terem a ajuda da nova MSM que consegue rechaçar o ataque.
N.O. e alguns companheiros vingadores resolvem por os MODOKs melhorados em lugar seguro: a montanha dos Thunderbolts.
É então para esse local que Deadpool é enviado embora precise de “despachar” 107 agentes HAMMER para cumpri a missão.
É a vez de surgir o Homem-Aranha que é seguido pela tal forma de vida de forma Humana/feminina e verde que lhe desenhauma figura entre os prédios que não é desde logo discernível pelo leitor.
Depois é a vez de Wolverine e Luke Cage serem abordados pela mesma forma de vida desta feita de cor púrpura que lhes desenha o “S” de MSM de Carol Denvers no chão.

MS. Marvel #41
Dark Reign (red)

O novo capítulo apresenta-nos uma capa curiosa. 1) o desenho passa a ser de um tal Ariño, Sergio Ariño que aparentemente é dado a menos detalhes de fundo/cenário mas cujo estilo não difere substancialmente do de Luke Ross no número anterior; 2) Aparecem na capa as duas Ms. Marvel com Karla Sofen com o pé no pescoço de Carol Denvers. What’s going on here?
O capítulo começa com o bem humorado deadpool a fazer o seu trabalho e mesmo a explicar-nos o que são MODOKs -Mental Organisms Designed for Killing.
O Homem-Aranha persegue a tal forma devida, verde, que o leva até… 12 MODOKS melhorados e mais três formas de vida de cores diversas (aparentemente Azul, Amarelo e Laranja[?]).
Em conjunto estas formas de vida revelam ser a MS. MArvel/Carol Denvers.
Karla vê o símbolo verde desenhado num prédio e percebe o que está a acontecer e com a ajuda de N.O. localiza Deadpool e intercepta-o. Como sempre Deadpool tem a sua piada.
Os vingadores (os verdadeiros: Ronin, Wolverine, Spider-Woman, Luke Cage, Spider-Man e Capitão América) juntam-se à força de vida e atacam a unidade secreta de investigação da AIM. Reúnem todos os MODOKs e as formas de vida coloridas o que trás de volta a Ms. Marvel original.

Anúncios

Read Full Post »